“Caro Vicente,
Não haveria mesmo como desfazer a sensação que seus olhos azuis produzem. É como que o mar, do qual tenho tanto medo. Afunda esses meus ‘submundos’, engole-os no úmido brilho que margeia as tuas angelicais pálpebras. Aliás, me engolem por inteiro.

Realmente, é impossível deixar de reparar em seu esculpido corpo! A perfeição de uma musculatura, esquelética, que resistiu à muitos olhares – desses que arrancam pedaços – e amores de muito tempo. Saliências desprovidas de sentido biológico… Como…O seu nariz… Pontiagudo, e, um tanto quanto imponente, digamos, presencial. – Como quem diz; veja, eu estou aqui! – Acompanha, certamente, a mandíbula delimitadamente quadrada e barbada. Feição desenhada! Um modelo ou artista, alguns diriam, mas você é algo… Algo que não se deve explicar! De celestial beleza…Ou até mesmo infernal. Um lobo em pele de cordeiro…? – Os fins não justificam os meios. Para o bem o para o mal, excede a tua beleza. Ma perché così tanta bellezza?

Absorvendo toda minha existência com essa dita preocupação em me escutar e olhar ao fundo dos meus olhos. Entender o que eu queria falar. Eu jamais poderia prever… Que você era o canalha de quem todo mundo falava! Que foi… Foi com você com quem ela passou noites em claro, assistindo filmes e jogando papo fora… Fora? Fora pra onde?! Não há como!!! Se eu não pude tirar os olhos de você, quem garante que ela também conseguiria? Aquela mulher! Não! Ela não resistiu! E agora tenho certeza, por que o vi com meus próprios olhos! Sinto em pensar, no algo a mais, que ela disse nunca acontecer… Só dizia que era você, e ponto. “Um amigo”! Se eu soubesse que era ESTE você de quem ela me falava… Impelida estaria de não  visitar-te… Eu saberia, que ela, assim como eu, correria o risco de desejar sempre estar em tua companhia… Perdendo-se nas feições de sua face, que é basicamente uma exposição de arte! Múltipla de sentidos e histórias. Complementada pelo toque de sutil de aventura que você dá as suas experiências intrigantes e paradoxais. Achei até engraçado, você narrando o fato, de ser quase um namorado, da minha ex-mulher, enquanto ainda éramos casados! Um sujeito incomum, diferenciado, um homem-ímã e agradável; THE GENTLEMAN! Sua presença realmente seduz. E são os efeitos dessa imersa-submersão que chamo aqui de prazer… Foi um prazer conhecer-te!

Não é possível que um homem seja tão polido e bonito como você! Me deu vontade de… Mas daí acabei lembrando dela! E soube por quem ela me trocou aquela noite – e quem sabe tantas outras? Que sensação de corno mal sucedido, desejando os dois traidores! Pois é! Mas se ela me deixou pelo seu corpo esculpido, o que é que eu posso fazer? Desejar-te também? Tentar tornar-me como você é que não vai ser!  

Não posso… Devo ter-te algum ódio, ou coisa do tipo. Que morra por leva-la de mim! … Mas não consigo! Você é muito legal, um sujeito excepcional! E não é que te quero… Nós homens não desejamos outros homens, e seria bem estranho esse negócio de ‘tesão pelo cara que pego minha mina’. Apesar de tudo, você é realmente um sabonetão! E acho que não tem problema sermos amigos, não é? Podemos tomar uma cerveja qualquer dia desses… Ou assistir um filme como vocês faziam mesmo. Com os caras, claro!!! Só maluco firmeza! Você vai gostar!  Ali naquele bar da esquina, toda quarta-feira eles passam o futebol, aí a rapazeada fica ali fora, também. Pode escolher. Já sabe onde eu moro, não é mesmo?

Bem, sinto muito que o elo de ligação entre nós seja esta outra mulher, quer dizer, minha já referida EX-mulher… Queria ter te conhecido de outra forma… Mas acabou que tivemos que discutir, fazer o nosso papel social, não é mesmo? Sinto muito por isso, acho que você deve entender… Caso ainda estiverem se vendo, diga que estou bem, mande um abraço, que tenho saudades, que gosto dela e a perdoei.

Matias. “




Andreia Maressa, Rio Claro, 23 de janeiro de 2016.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s