Silvio (Final)

Chegou ao restaurante.
 
Chamou silenciosamente pela garçonete – Ei mocinha me faça favor! – e não foi escutado. Teve de levantar-se novamente. Queria falar com a moça do caixa. Tremiam-lhe as pernas e as mãos. Não ouvia vozes, nem mesmo as de sua cabeça. Silêncio.Sentiu o cheiro da sopa de sempre, não tinha fome nem sede…
– O que deseja senhor? – disse a moça do caixa com um sorriso tranquilo. 
Silvio não conseguiu sorrir, apenas viam-se seus últimos dentes a frente e alguns poucos atrás. Tentou dizer algo. Pensou tanto que ficou confuso ao ouvir tantas vozes em sua cabeça. (Aquelas que não têm som, mas podem ser ouvidas). Todas dele mesmo, umas mais jovens outras mais velhas. Se sobressaiu, então, uma que dizia que ele gastava muito tempo pensando em como e o que dizer. “Diga logo!” balbuciou seu próprio pensamento, quando ouviu uma voz masculina ao fundo chamando pela moça do caixa. Sorrindo cordialmente, ela se virou e foi em direção ao chamado. Silvio olhou ao redor, pensando que todos haviam percebido o que acabara de acontecer ali. Levantou-se devagar, tentando ser discreto e conveniente e se dirigiu a porta.
 
Andando pela rua podia ouvir o vento. Podia ouvir seus próprios passos e os estalos dos galhos em que pisava. Sentiu-se frágil.Com a boca seca, entrou num bar. Lá dentro ninguém lhe desejou boa noite.
 
Sentou-se a mesa sentindo-se só. Cerveja, cigarro, solidão, silêncio. Estava só. Angustiado pelos sons do silêncio resolveu se matar. Mas Silvio não estava só, ele era só. E sozinho tirou a própria vida, Sem dizer sequer uma palavra. 

Silvio silenciou o silêncio.

quebra cabeça

Andréia Maressa da Silva
Estado de São Paulo, Julho de 2014. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s