Vaziedade

Dentro de mim tudo está vazio
E por isso, olho e não vejo
Penso e logo me esqueço.
Mesmo assim caminho e me desafio.
Andar no vazio ou andar esvaziado?
Apenas ando em busca de algo.
Nada me desperta, nada me atrai.
Tudo aquilo que era bom, já ficou pra trás.
Olho o passado e vejo meus pedaços,
alguns guardados outros estraçalhados.
Me doei demais e doeu demais
Mas continuo a caminhar.
Não posso vencer o mundo!
O mundo também está vazio,
Não há ninguém por onde caminho.
Ao fundo, nem mesmo os passarinhos…
Caminhei tanto pra chegar até aqui,
Digo até que já corri.
E me encontrei vazio no vazio.
Sou um pedaço estraçalhado de mundo.
Fui vencer, e fui vencido.
Demorei muito pra chegar onde estou
Mas já não sei o que fazer…
Apenas tiro palavras donde não tem
Deixando aqui outros pedaços,
que talvez alguém os encontre.
Debaixo dos estilhaços sempre há histórias pra contar.
E volto a caminhar.

vazio

 

Andréia Maressa da Silva
Rio Claro, 08 de Julho de 2014.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s